Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais

Português

Oblatas do Coração de Jesus

Entrada Archives Rubriques Haut Actualidades Dia Com... as Oblatas nas Florinhas do Lar

Dia Com... as Oblatas nas Florinhas do Lar

No dia 13 de Abril de 2013, 50º dia de Oração pelas Vocações, a comunidade das Oblatas do Porto acolheu um grupo de jovens da paróquia de Nossa Senhora da Conceição.

Depois de uma breve apresentação, visitámos uma exposição sobre a fundação do Instituto das Oblatas do Coração de Jesus, por ocasião dos 125 anos de presença em Portugal.
Tivemos a oportunidade de visitar as instalações das Florinhas do Lar, instituição particular de solidariedade social dedicada à educação dos mais novos, tendo a funcionar Creche, Jardim de Infância e ATL.
Seguiu-se um momento de Adoração, onde expusemos as nossas vidas a Jesus para que Ele nos torne chamas vivas que alumiam e aquecem o mundo. Como símbolo disso, cada um de nós levou consigo a vela que nos representava diante do Santíssimo Sacramento e uma mensagem da Beata Luísa Teresa, fundadora das Oblatas.
Este encontro terminou-se com um pequeno lanche-convívio, que nos permitiu conhecermo-nos um pouco melhor.

bougies.jpg

Testemunho do Catequista que acompanhou o grupo de Jovens da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição:

“Aproveito a ocasião para de novo vos agradecer pela forma como nos acolheram e satisfizeram com humildade e muita ternura a nossa curiosidade sobre a vossa congregação.

Correndo o risco de ser injusto, perdoem-me por isso, destacaria 3 momentos:

a) O simbolismo do logotipo da v/ Congregação das Oblatas do Coração de Jesus,
“Pequenos carvões dispersos não podem produzir chama nem calor: reunidos, podem acender uma grande fogueira capaz de aluminar e aquecer o mundo.” e o facto de por opção/simbolismo não usarem hábito...
b) A vasta história da v/ presença no mundo desde a fundação até aos nossos dias, em particular a presença em Portugal.
c) O momento de oração junto do Santíssimo - participada por todos os jovens onde os gestos, as velas e da frase que cada um de nós trouxe, aqueceu, aquece os nossos corações, numa dádiva que somente quem vive de Deus, com Deus e para Deus é capaz de dar aos outros.

Foi de facto para mim e estou certo para os jovens que comigo foram uma experiência muito rica - os seus comentários à saída assim mo demonstraram...até ficámos para além da hora!

Por último pude confirmar no local pelo vosso contacto que a associação que eu fazia da vossa Congregação às "florinhas" ainda que imprecisa, não deixou de se revelar preciosa, pois tal como as flores dão beleza e cor às nossas vidas, assim a vossa congregação, nas vossas pessoas, dão cor e beleza às vidas de todos que convosco se cruzam. Bem hajam e até breve” J. E.